O início da minha carreira científica…

Meu primeiro artigo cientifico.

Boa tarde amig@s!

Já não escrevo há quase duas semanas… Uff… agora que comecei com o blog já percebo o desafio que muita gente tem em continuar a publicar. Associar blog com outras actividades não é uma tarefa fácil, mas é gratificante quando vemos que temos leitores simpáticos como vocês… muito obrigada pelo carinho!

Hoje vou escrever sobre como comecei a fazer pesquisa e escrever artigos científicos.

Tudo começou no inicio da minha carreira profissional. Creio que foi dois anos apos o inico da carreira. Conforme vos contei antes, tive um início de carreira bastante turbulento. Mas, apesar de tudo, conheci pessoas que contribuíram muito para quem sou hoje. Umas contribuíram “negativamente” mas me fazendo uma pessoa mais segura, confiante em mim mesma, aprendi também quando devo falar ou responder. Esta última característica creio que foi a mais importante para mim.

Os que contribuíram positivamente, tenho-os como parceiros até hoje e têm me ajudando bastante na minha carreira. Um deles, é um Professor Catedrático que já escreveu vários artigos científicos e já se reformou. Conheci-o no âmbito do trabalho que eu fazia no início da minha carreira. Observando o dia-a-dia do meu serviço e as minhas tarefas, ele sugeriu que escrevêssemos um artigo cientifico para que fosse apresentado numa conferência fora do país. Bem, na altura nunca tinha escrito nenhum artigo cientifico e nunca tinha participado como oradora numa conferência internacional.

O titulo do meu primeiro artigo era muito polémico “Moçambique: Modelo de aprendizagem baseado em projectos/problemas. Acabar com as aulas para que os alunos aprendam?”. Parecia mesmo uma provocação e que estava a ir contra aquilo que eu defendia como minha função. Eu promovia a aprendizagem baseada em solução de problemas… Mas a ideia do artigo era tentar perceber se estávamos a fazer a coisa certa usando a experiência da nossa instituição e de outras dentro e fora do país. Apesar de estar bastante nervosa e sozinha, a apresentação correu melhor que as minhas expectativas.

Aprendi muito com os dois docentes sénior. Aprendi que os artigos científicos podem ser escritos sobre vários assuntos, até sobre experiências do nosso dia-a-dia. Também aprendi a procurar literatura para o enquadramento teórico, ou seja, ver o que outros pesquisadores já escreveram sobre o mesmo que estou a escrever, a como organizar um artigo cientifico e que palavras usar ou não para uma escrita cientifica. Através do evento em que participei, conheci pessoas que trabalhavam na mesma área que eu e que tiveram algumas das dificuldades que eu tinha. Alguns sugeriram como os ultrapassar.

Foi assim que começou a minha paixão pela escrita cientifica…

Muito obrigada pela vossa atenção. Agradeço comentários, perguntas e experiências.

Até a próxima publicação.

Publicado por

Beatriz Manuel

Beatriz Manuel é licenciada em Medicina, esposa, mãe, estudante de doutoramento, docente e investigadora numa Faculdade de Medicina em Maputo, Moçambique. Ela leciona, investiga e tem interesse em Educação Médica, Saúde Familiar e Comunitária, Saúde Pública, Saúde Sexual e Reprodutiva, HIV / SIDA, temáticas de gênero, Evidência Baseada em Medicina para Influenciar Políticas. Ela possui mestrado em Educação de Profissionais de Saúde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s